Emily Blunt Brasil | 29.03.2017 | Entrevistas,Mary Poppins Returns

A figurinista Sandy Powell, 12 vezes indicada e 3 vezes vencedora do Oscar (Shakespeare In Love, The Aviator, The Young Victoria), conta à Entertainment Weekly  detalhes do figurino de Emily Blunt em ‘Mary Popins Returns’. Entrevista traduzida:

Emily Blunt entra nos sapatos (chapéu e casaco) praticamente perfeitos de Julie Andrews para a sequÊncia do clássico de 1964 da Disney. A figurinista Sandy Powell nos leva por trás das costuras do novo e mágico figurino de Mary. Por Marc Snetiken
Faz mais de 20 anos (no tempo do filme) desde que os ventos mudaram e o Sr. Banks empinou uma pipa, e Mary Poppins voou pelo céu de Londres para lugares desconhecidos. Mas no natal de 2018, Mary (Emily Blunt) vai aterrizar na Cherry Tree Lane novamente em ‘Mary Poppins Returns’, uma sequência do musical de 1964 musical estrelado por Julie Andrews como a babá mais maravilhosa da história do cinema.
Agora é 1930 quando Mary volta para as crianças Banks, Jane (Emily Mortimer) e Michael (Ben Whishaw), já crescidos. Para esta cena, a três vezes vencedorora do Oscar de Melhor Figurino Sandy Powell (Cinderella, 2015) teve que repensar a “roupa de chegada” de Mary, que remete ao original, com uma torção. “É o icônico figurino que a maioria das pessoas vão se lembrar”, disse Powell. “O casaco e o chapéu foram as coisas que eu tive mesmo que quebrar, e isso era sobre conseguir a silhueta, a cor e a textura. Tinha que ser uma nova opinião sobre ele.” Aqui ela explica como fez.:

Sonho-azul (Casaco): O casaco azul cobalto de Mary dá à Blunt uma silhueta estreita na cintura paralelo com Andrews, mas com a adição de uma capa (“por alguma razão, isso é como eu via Mary – com uma pequena capa”, diz Powell) e a perda de algumas polegadas de altura. “É um pouco mais curto porque esta é a década de 30 em vez da era Eduardiana [Inglaterra]”, explica Powell. “Eu também não queria que fosse preto. O casaco tradicional de uma babá poderia ser de um azul marinho muito escuro, mas eu precisava de uma cor que não desapareceria em momentos sombrios. Eu queria que fosse azul – é quase um royal – e coloquei, para que você pudesse vê-lo sem que seja distrativamente vibrante”.

Vermelho-tordo (Chapéu): Powell diz que o diretor Rob Marshall (Caminhos da Floresta), encorajou-a a encontrar “uma excentricidade peculiar equivalente paro o chapéu” para homenagear a “pequena flor” do original. A solução foi aves – não do tipo que você alimenta, do tipo que você decora. “Eu não queria um pássaro que parecesse remotamente real – que coisa, ter um pássaro real empalhado no chapéu de Mary Poppins,” ela disse com uma risada. “Eu pensei naqueles pássaros da canção ‘Spoonful of Sugar’. Eu achei que seria um muito bom fazer referência a isso.” No entanto, não espere que isso se mova. “No momento, não,” ela diz. “Nós não queremos que ele lute com a cabeça de papagaio no guarda-chuva .”

Passeio no tapete mágico (Bolsa): Powell se uniu com o departamento de adereços para dar fazer uma transformação definitiva à mala encantada de Mary, inspirada por – spoiler! -um tapete de verdade. “Isso é o como uma bolsa de tapete deveria ser feita, então eu pensei, porque na verdade não olhar os tapetes e fazer um customização que teria sido feita nos anos 20?” A bolsa descombina propositadamente com a roupa de Mary. “Eu queria que fosse um realce. E sabia que não queria floral. Eu gostei da geometria disso, e escolhemos essas cores porque achei que destacavam. Costumo de escolher as cores apenas por instinto porque é como eu gosto.”

Scans e o first look em HQ estão em nossa galeria:
INICIO > FILMES > MARY POPPINS RETURNS > FIRST LOOK – EW
INICIO > SCANS > 2017 > ENTERTAINMENTY WEEKLY

Layout por Meesvely · Hospedado por Flaunt Network · Alguns direitos reservados Emily Blunt Brasil ·